12/9/2019 16:30

Caixa Econômica Federal avisa que executará dívida da Arena Corinthians; confira o valor

Timão vê "gesto intempestivo" e diz que banco "trocou rota da negociação pela do confronto"

A Caixa Econômica Federal notificou extrajudicialmente o Corinthians de que executará a dívida de quase R$ 500 milhões relativa ao financiamento da obra da Arena, em Itaquera.



LEIA TAMBÉM: Timão intensifica treinamentos para encarar o Fluminense, no próximo domingo

Tanto o clube como a Caixa confirmam a informação, que foi publicada inicialmente pelo "O Globo".

O banco estatal emprestou R$ 400 milhões para a construção do estádio. R$ 175 milhões já foram pagos. Porém, por conta de juros e correções, o valor da dívida atualmente é de R$ 487 milhões.

Em nota oficial, o Timão tratou a decisão da Caixa como um "gesto intempestivo" e comunicou que "se a Caixa escolheu trocar a rota da negociação pela do confronto, não cabe ao clube outro recurso senão defender na Justiça seus direitos."

Há meses o Corinthians vinha negociando o financiamento com o banco estatal. Paralelamente, o clube costurou um acordo para o pagamento da dívida que tem com a Odebrecht. O Timão não acredita que a execução da Caixa afete no acordo com a construtora.

Não há nenhum beneficio ou “perseguição”. Mas se a Caixa não recebe e não tem renegociação, ocorre a cobrança de garantias. A execução é natural - afirmou Pedro Guimarães, presidente da Caixa, ao "O Globo".

Segundo especialistas, a primeira alternativa da Caixa será executar as garantias financeiras. Uma das principais é o Equity Support Agreement (ESA), assinado pela Odebrecht. Trata-se de um documento no qual a construtora se dispõe a cobrir os valores exigidos numa eventual execução com recursos próprios. Vale lembrar que a Odebrecht está em processo de recuperação judicial.

Outra garantia oferecida para que o Corinthians conseguisse o financiamento junto ao BNDES, tendo a Caixa como intermediária, foi parte do terreno do Parque São Jorge. Porém, a execução de imóveis é mais demorada e gera um custo muito elevado, bem maior do que em outros processos de execução.

Veja abaixo a nota oficial do Corinthians na íntegra:

"O Sport Club Corinthians Paulista informa que enquanto finalizava negociações com a Caixa para um reperfilhamento do financiamento da Arena – processo iniciado nos primeiros dias da atual gestão — foi surpreendido por uma notificação extrajudicial alegando que diversos procedimentos prescritos pelo atual contrato não estariam sendo cumpridos.

Esta mudança de atitude não encontra respaldo na realidade dos fatos. Um acordo preliminar de adequação do contrato ao fluxo de caixa efetivo da Arena havia sido negociado há quase um ano, mas ficou suspenso pela perspectiva da iminente troca de comando da Instituição, à espera da orientação da nova gestão. Desde então, os compromissos vinham sendo honrados, como se os termos do acordo preliminar estivessem vigendo.

Além dos ajustes financeiros, a Caixa requeria a implantação de procedimentos administrativos com os quais o clube esteve sempre de acordo e cuja implementação dependia, como depende, de procedimentos dentro da Caixa até hoje não especificados definitivamente.

Assim, tanto no plano financeiro como no administrativo, o clube sempre se pautou por total transparência quanto à sua atuação operacional e subordinação inconteste a um processo de pagamentos compatível com a realidade financeira do mercado esportivo atual.

Como não houve interrupção do diálogo e tudo caminhava para um acordo mutuamente vantajoso, não há como compreender o gesto intempestivo, que sequer foi previamente comunicado à agremiação.

Ao contrário de inúmeras outras arenas que receberam da mesma linha de financiamento, o clube nunca repudiou sua dívida nem deixou de dialogar com o repassador destes recursos, a CEF, quando dificuldades transitórias se interpunham. Se a CEF escolheu trocar a rota da negociação pela do confronto, não cabe ao clube outro recurso senão defender na Justiça seus direitos.



O clube continua aberto a voltar à mesa de negociação, se a Caixa optar por prosseguir a trajetória amigável que juntos vínhamos construindo até aqui."


Corinthians, Caixa Econômica, Dívida, Arena Corinthians



VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos da temporada

LEIA TAMBÉM: DE SAÍDA? Empresário de Pedrinho confirma conversas com time da França

LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Para você, o que tem dado errado no planejamento do Corinthians para 2019?

LEIA TAMBÉM: Situação de Boselli divide opiniões nos bastidores do Timão; entenda

17517 visitas - Fonte: Globoesporte.com

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Gente somos mais de quarenta milhões de torcedores vamos fazer um programa para arrecadar dinheiro para darmos este estzfio para o nosso time

OUTRA COISA: DE R$400 MILHÕES SALTARAM PARA 487 MILHÕES. QUER DIZER QUE OS 175 MILHÕES QUE JÁ FORAM PAGOS FORAMARA O LIXO!!! QUE BLZ!!!

CASO FIZESSEM UMA CSE FOSSE UM ESTÁDIO MAIS BONITO E BEM MAIOR (DE 78MIL À 85MIL, QUE É O QUE NÓS TORCEDORES MERECEMOS) ''AINDA VÁ LÁ''. MAS FICAR DEVENDO UM ESTÁDIO FEIO DESSE E DE APENAS 48MIL LUGARES, AFF...!!!

Estranho é a caixa querer que o clube paga essa divida de uma vez

marcos passos     

Só para LEMBRAR o Bolsanaro é peppas.

marcos passos     

ENTREGA PRA ELES JÁ E PRONTO O BARCELONA ,REAL MADRI,MANCHESTER, JUVENTUS DA ITÁLIA ESTÃO INTERESSADOS.

Tem algo errado nessa história toda ...... primeiro se existe um contrato de financiamento assinado e está sendo cumprido não o porquê de execução só se não está sendo pago mas ao que.se.sabe todo dinheiro da arrecadação dos jogos na arena são destinados para honrar esse contrato e não acredito em perseguição política mesmo porquê o Corinthians como todos os clubes são agremiações esportivas e não políticas mesmo porquê acredito que oitenta por cento ou mais de nós torcedores do Timão não temos vínculo político nenhum acho que cabe ao Andrés se manifestar publicamente e colocar as claras essa situação......

Silvana Bruno     

O andres deveria lançar uma campanha com a torcida que rapidinho nos pagamos essa arenA e mandamos o preisdente da caixa pea pqp

Vai Corinthians

Sônia Volpato     

Interessante a divida era com a ordebrecht e banco BNDS .PQ A CAIXA TÁ COBRANDO GENTE ESSA HISTÓRIA TÁ MAL CONTADA FAZENDO ACORDO COM A CONSTRUTORA E PAGANDO O BANCO BNDS QUAL O PROBLEMA

Vcs duvidam que essa ordem para o presidente da Caixa partiu do ditador bolsonaro??? Tenho certeza

Sebastiao Godoi     

Dá a arena para caixa puta pariu este presidente ladrão jogou o nome Corinthians na lama toda vez só cobranças se lá de dentro não tomar uma atitude o Corinthians vai acabar porque este dívida estes vagabundos sabiam que não iriam pagar é nação corintiana só por Deus

Nada mas nada menos que vinganca sobre o Corinthians por o mandatario do brasil torcer por outro time e ter raiva do ex presidente lula .brasil um país sem freio moral

Será

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Qua - 21:30 - Serra Dourada (GO) - Globo,Premiere
Goiás
Corinthians

Último jogo - Brasileirão

Dom - 18:00 - Morumbi
São Paulo
1 0
Corinthians
Untitled Document
Classificação
1 Flamengo
2 Palmeiras
3 Santos
4 Corinthians
5 São Paulo
6 Grêmio
7 Internacional
8 Bahia
9 Goiás
10 Atletico Paranaense
11 Atletico-MG
12 Vasco DA Gama
13 Botafogo
14 Fluminense
15 Fortaleza EC
16 Ceará
17 CSA
18 Cruzeiro
19 Avai
20 Chapecoense-sc
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
58 25 18 4 3 53 21 32 VEVVV
50 25 14 8 3 40 20 20 VEEDV
48 25 14 6 5 36 23 13 EVVVE
43 25 11 10 4 27 16 11 VVEED
43 25 11 10 4 26 16 10 DEVEV
41 25 11 8 6 43 27 16 VDEVV
39 25 11 6 8 29 23 6 DEEDE
38 25 10 8 7 28 22 6 VVDED
36 25 11 3 11 25 35 -10 VVVDV
35 25 10 5 10 35 27 8 VEVED
31 25 9 4 12 30 35 -5 VDEDD
31 25 8 7 10 22 30 -8 DVDEV
30 25 9 3 13 22 27 -5 DDDVD
29 25 8 5 12 27 34 -7 EVVEV
28 25 8 4 13 27 34 -7 DVDVD
26 25 7 5 13 24 26 -2 EDDDV
25 25 6 7 12 15 35 -20 DDVVD
22 25 4 10 11 19 33 -14 EDEEE
17 25 3 8 14 13 37 -24 DDDED
16 25 3 7 15 19 39 -20 EDDDE
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota