21/9/2019 21:12

Corinthians vence Bahia na Arena e aumenta confiança para partida decisiva pela Sula

O Corinthians venceu o Bahia por 2 a 1, hoje (21), na Arena de Itaquera, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, e voltou ao G-4, grupo que garante vaga na Copa Libertadores da América do próximo ano. O Timão subiu para a quarta colocação, com 35 pontos, a mesma pontuação do São Paulo, mas vence no saldo de gols [10 contra 9]. Vale ressaltar que o Alvinegro pode perder o posto, caso o Internacional vença a Chapecoense amanhã, em Porto Alegre.



O Corinthians entrou em campo com uma postura mais ofensiva após a derrota para o Independiente del Valle que gerou protestos nesta semana. O time de Fábio Carille abriu o placar com Vagner Love, de pênalti, após o VAR ser acionado e confirmar toque de mão de Juninho dentro da área depois de chute de Ralf. No entanto, o Timão sofreu o empate no segundo tempo, também de pênalti, com Gilberto. O gol teve o VAR acionado. Mas Clayson, após jogada de Pedrinho, garantiu a vitória do Alvinegro.

Após o duelo com o Bahia, o Corinthians viaja na próxima segunda-feira para o Equador, onde encara o Independiente del Valle, em Quito, quarta-feira, pelo jogo de volta da semifinal da Copa Sul-Americana. Pelo Campeonato Brasileiro, o Alvinegro volta a jogar no próximo domingo, quando pega o Vasco, às 11h (de Brasília), em Itaquera, pela 22ª rodada da competição nacional. O Bahia, por sua vez, enfrenta o Botafogo, na quarta-feira, na Arena Fonte Nova, pela 21ª rodada do Brasileiro.

Vale ressaltar que o duelo do Corinthians contra a Chapecoense, que seria na próxima quarta-feira, foi adiado para o dia 2 de outubro, na Arena Condá, por conta da partida do Timão pela Copa Sul-Americana.

O melhor: Pedrinho comanda o time

O meia Pedrinho foi o responsável pela criação da maioria de jogadas do time na partida. Aliás, foi dele o lance que terminou com o gol de Clayson, o segundo do Timão e que desempatou o confronto.

O pior: Nino Paraíba atrapalhado em campo

O lateral Nino Paraíba deu muito espaço para os atacantes do Corinthians e ainda não foi perigoso no ataque, como costuma ser em muitos jogos. Além disso, ele se atrapalhou no lance do gol de Clayson e "ajudou" na vitória do Timão.

VAR "rouba a cena" em Itaquera

O Corinthians abriu o placar no fim do primeiro tempo após o VAR ser acionado, e a arbitragem marcar toque de mão de Juninho após chute de Ralf dentro da área. Vagner Love bateu no alto e fez 1 a 0. Já no segundo tempo, o Bahia empatou também de pênalti após o VAR entrar em ação novamente. Após jogada individual, o atacante Arthur cruzou na área. Na disputa, o juiz entendeu que o Clayson, antes de tocar na bola, tocou em Gregore numa dividida no alto. Gilberto bateu no contrapé de Cássio e igualou o marcador. Antes dos gols, no primeiro tempo, o VAR foi acionado para analisar outro lance polêmico envolvendo Ralf, que dividiu uma bola com Elber dentro da área. Neste caso, o árbitro decidiu não marcar o pênalti.

Corinthians mantém esquema, mas muda peças e postura

Após a derrota para os equatorianos que gerou muito protesto, o Corinthians mudou sua formação e postura em campo hoje. O time entrou com o mesma esquema tático, no 4-1-4-1, mas com outro meio-campo. Ralf, Ramiro e Sornoza entraram nas vagas de Gabriel, Junior Urso e Mateus Vital, respectivamente. Com isso, Pedrinho e Clayson foram mantidos pelos lados do campo, enquanto por dentro, Ramiro, caiu pelo lado direito para triangular com Fagner e Pedrinho, e Sornoza, na esquerda, para triangular com Clayson e Carlos Augusto. Vagner Love foi mantido no comando do ataque. No entanto, o que mais mudou no Corinthians foi a postura. O time de Carille entrou "acordado", marcando a saída do Bahia, triangulando pelos lados e finalizando, tanto de dentro, como de fora da área. Com isso, abriu o placar no primeiro tempo e conseguiu reagir no segundo após sofrer o empate.



Bahia iguala esquema, mas não encaixa contra-ataques

O Bahia também entrou em campo no esquema 4-1-4-1, com variações para o 4-3-3. Com a bola, Roger Machado formou uma trinca no meio-campo com Gregore na frente da zaga, Flávio na direita e Ronaldo na esquerda. No ataque, Gilberto, centralizado, com Elber aberta na esquerda e Arthur na direita. O time marcou forte e apostou em contra-ataques rápidos, mas pecou na chamada "última bola", tanto em passes, como em finalizações. O Bahia até empatou no segundo tempo em cobrança de pênalti de Gilberto, mas logo sofreu o segundo e não conseguiu reagir.

Corinthians, Brasileirão, Arena Corinthians, Bahia, Timão



LEIA TAMBÉM:Marcelinho Carioca, Amaral e Vampeta reunidos em live beneficente, confira

LEIA TAMBÉM:Corinthians conquista seis títulos no Automobilismo Virtual

LEIA TAMBÉM: Novo manto aprovado? Torcedores se dividem nas redes sobre uniforme do Timão para a temporada


JÔ PODE VOLTAR FINAL DO ANO, DUÍLIO RESPONDE SOBRE ROGER GUEDES E KENO, BRIGA: JADSON X TIAGO NUNES

3357 visitas - Fonte: UOL Esporte

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nada vê, lá vai ser outro show de bola , ora quem ganhou ontem com obrigação com gol de vídeo e o Bahia tbm teve vc um pênalti não marcado

Junior souza     

Vai corinthians

Carlinhos Braw     

Não aumentou minha confiança ainda não, tem que levar o empate pra esse time continuar jogando pra frente. E ainda mais não entendo como Boselli virou 3° opção ??

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians - Globo
Corinthians
Palmeiras

Último jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians
Corinthians
1 1
Ituano
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota