11/4/2024 08:55

Análise técnica e tática do Corinthians para o Brasileirão 2024

António Oliveira: Solução para os problemas do Corinthians no Campeonato Paulista.

Análise técnica e tática do Corinthians para o Brasileirão 2024

Por mais que tenha comandado o Corinthians em dez dos 16 jogos oficiais disputados na temporada, a eliminação na 1ª fase do Campeonato Paulista não está na conta de António Oliveira. O treinador é uma das soluções encontradas para minimizar os efeitos das trágicas primeiras partidas feitas sob a batuta de Mano Menezes.

A culpa também não pode ser toda do experiente treinador, que foi uma espécie de ‘’herança’’ da diretoria chefiada por Duílio Monteiro Alves para a até aqui atrapalhada gestão de Augusto Melo. O Timão, em virtude de dívidas e atrasos em depósitos de multas rescisórias, demorou a ter alguns reforços liberados.

Romero foi um dos destaques do Corinthians nos últimos jogos — Foto: Ettore Chiereguini/Agif
Foto: Ettore Chiereguini/Agif

Negociações ficaram travadas e as peças foram aos poucos entrando no time. Rodrigo Garro é o melhor exemplo. Melhorou o nível do meio-campo e auxiliou Maycon, que subiu de produção, é o líder de assistências da equipe ao lado de Fagner e despertou interesse do Flamengo.

Antes da lesão muscular na reta final do Paulistão, o jogador vinha atuando com mais liberdade para atacar, basicamente um meia ao lado do argentino. O Corinthians tem utilizado uma saída de bola com três jogadores. Hugo se alinha aos zagueiros, e Fagner ganha total liberdade para avançar bem aberto pela direita.

O time-base do Corinthians para o início do Brasileirão 2024 — Foto: Rodrigo Coutinho
Foto: Rodrigo Coutinho

Na esquerda, este papel é de Wesley, e está aí um ótimo trunfo do time. Muitas das jogadas são terminadas pelos flancos, com cruzamentos aéreos ou rasteiros para uma área bem ocupada. É nítida a preocupação em ter a maior quantidade possível de jogadores chegando na zona de finalização.

Detalhes dos movimentos e da ocupação de espaços do Timão ao atacar. Romero se aproxima de Yuri Alberto. Fágner gera amplitude ao time pela direita. E Hugo avança por dentro quando a bola está perto do terço final do campo — Foto: Rodrigo Coutinho
Foto: Rodrigo Coutinho

Wesley tem gerado desequilíbrio ao receber bem aberto pela esquerda. Maycon acha boas rotas de passe para ele, mas Gustavo Henrique também tem acertado lançamentos para o rápido ponta. Fagner gera o volume costumeiro pela direita. Garro o aciona constantemente e dá o toque de mais qualidade perto da área.

Exemplo do movimento feito por Raniele no momento defensivo. Se a bola se aproxima da área pelos flancos, ele rua e monta uma linha de cinco atrás. Se o adversário toca para trás ou está longe da área, ele se coloca entre as linhas de meio e de defesa — Foto: Rodrigo Coutinho
Foto: Rodrigo Coutinho

É importante entender também o movimento feito pelo ponta-direita. Romero e Yuri Alberto fizeram essa função recentemente, e a ideia de António Oliveira é que este jogador trace uma diagonal para a área, faça companhia ao centroavante, que pode ser o próprio Yuri ou Pedro Raul. O Corinthians não deve ser um time fissurado em ter a bola para controlar os adversários, sobretudo em jogos fora de casa.

Em Itaquera, buscará mais a posse, mas o perfil tem sido bem objetivo. Sem longas trocas de passe até chegar à área adversária. Até por isso se precipita diante de oponentes bem fechados. Tem chamado a atenção a quantidade de vezes em que fez gols nos primeiros minutos. Foram quatro vezes em dez jogos com António Oliveira. Denota inícios fortes para poder controlar as partidas na sequência.

Pedro Raul comemora gol com assistência de Igor Coronado — Foto: Marcos Ribolli
Foto: Marcos Ribolli

Defensivamente, há muitos ajustes a serem feitos. A média de quase um gol sofrido por jogo a esta altura da temporada não deixa mentir. O principal deles é a ocupação da área para defender cruzamentos rivais. O ótimo Raniele, que também foi comandado pelo técnico português no Cuiabá e fazia o mesmo movimento, recua e compõe uma linha de cinco quando o bloco de marcação está perto da própria meta. Se o bloco avança, ele retoma normalmente o posicionamento de volante.

O problema é que, para melhorar a ocupação da área defensiva, o Timão tem sofrido com pouca contundência ao proteger a frente da área. Maycon e Garro não são exatamente especialistas nesta arte. Breno Bidon tampouco, e Fausto Vera não vive boa fase. A pressão ao homem da bola, não só por parte deles, mas de todo o time quando marca mais atrás, precisa ser mais agressiva.

Outro ponto de passividade defensiva detectado até aqui está nos escanteios. Há dificuldade de ter mais imposição ao proteger a primeira trave e o centro da área. O sistema de marcação é misto. Geralmente três jogadores realizam um bloqueio aos principais cabeceadores rivais, e outros cinco protegem zonas específicas da área. É preciso mais intensidade aos dois grupos.

A melhor notícia corintiana pré-Brasileirão foi a melhora de Yuri Alberto, que voltou a marcar gols e tem se beneficiado muito quando a equipe rouba bolas no campo de defesa e o aciona em profundidade. É especialista em atacar espaços, e parece mais confiante para deixar a longa fase imprecisa para trás. A chegada de Pedro Raul ajuda a dividir essa responsabilidade. Romero tinha perdido espaço no time titular um pouco antes do início do Brasileirão, mas parece ter convencido António Oliveira da sua manutenção no time. Fez dois gols nas rodadas inaugurais de Copa Sul-Americana. Já são sete na temporada. Yuri Alberto fez oito.

É difícil imaginar o Corinthians lutando pelo título brasileiro ou até mesmo por vaga direta na Libertadores. Precisa ajustar os pontos citados no texto e tem reposições questionáveis em determinados setores. A crise financeira em que está mergulhado é outro ponto-chave. É necessário resolver com urgência os direitos de imagem atrasados de parte do elenco.



VEJA TAMBÉM
- Diretoria da Gaviões questiona presidente Augusto Melo sobre patrocínio da VaideBet
- MULTA MILIONÁRIA! Corinthians é condenado a pagar multa a ex-atleta da equipe
- RETORNOS! Corinthians recebe reforços e divulga provável escalação para enfrentar o América-RN









426 visitas - Fonte: -

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

publicidade

Brasileiro

Dom - 16:00 - Neo Química Arena -
X
Corinthians
Botafogo

Sudamericana

Ter - 21:30 - Neo Química Arena
4 X 0
Corinthians
Argentinos JRS
publicidade
publicidade
publicidade