11/2/2019 11:57

Na opinião de Love, maratona de jogos tem atrapalhado o Corinthians

Em dez dias neste mês, equipe já entrou em campo três vezes; semana reserva duas 'decisões'

Para um time em reconstrução, inclusive sob comando de um novo treinador, a maratona de partidas se torna um problema. Esta é a análise que o atacante Vagner Love faz para justificar as atuações inconstantes do Corinthians, derrotado no domingo pelo Novorizontino, por 1 a 0, pela sexta rodada do Campeonato Paulista.



Foi o terceiro jogo da equipe em dez dias no mês. Nesta semana, há dois confrontos decisivos pela frente: na quinta-feira, o Corinthians recebe o Racing-ARG, em Itaquera, pela estreia na Copa Sul-Americana. No domingo, também em sua casa, será a vez de enfrentar o São Paulo, pelo Paulistão.



"A gente está tendo pouco tempo para treinar, trabalhar e organizar tudo isso. São muitos jogos, a gente precisa de todos, e o Carille acaba não conseguindo repetir a equipe e dar sequência aos mesmos jogadores. Isso dificulta um pouco. Mas isso, jogo a jogo, a gente conversando nos treinos, dá para organizar. E certamente as coisas vão melhorar lá na frente", explicou.

O jogador, que fizera sua estreia entrando no decorrer do empate por 2 a 2 com o Ferroviário-CE, no meio da última semana, pela Copa do Brasil, foi titular pela primeira vez em Novo Horizonte, quando a parceria com o argentino Boselli também se deu de forma inédita desde o início de uma partida. A formação não funcionou como o esperado. Para isso, Love também achou explicação.

"O time deles jogou mais fechado, então isso dificulta um pouco até para fazer tabelas por dentro, na frente da área, mas a bola até que chegou. Acho que a gente poderia ter um pouco mais de infiltração, tentar buscar mais o espaço nas costas dos zagueiros, e assim acho que a gente talvez conseguisse um resultado melhor", disse.



Corinthians, timão, Vagner Love



Leia também: Com contrato assinado, Bruno Méndez se torna 11º reforço do Timão

Leia também: Love admite que não é fácil jogar ao lado de Gustagol e Boselli

Leia também :Corinthians sofre até o fim, vira sobre o Avenida-RS e se classifica

Leia também :Carille estabelece ajuste mais urgente no Corinthians: "Parar de tomar gol"



558 visitas - Fonte: estadão

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Kleber Vellenev     

Falou merda; Retranca atrapalha o Corintians; toquinhos de lado e para trás na defesa atrapalham o corinthians; jogadores sem velocidade e vontade de driblar e ir para cima atrapalham o Corinthians; esquema de jogo covarde atrapalha o Corinthians; falou merda Wagner!

Henrique Soares     

O que nao da pra entender love vcs ganham muito dinheiro pra se divertir maratona e pra nos piao que trabalha de domingo a domingo isso e maratona , vcs sao preparados pra isso temos jogadores que nao atuam nao da pra entender cade junior urso , sergio diaz , romero, fabricio oia nao dao oportunidade e deixam esse araos jogar mlk ruim da porra, o time ta sendo mal montado e mal administrado

Adilson Liotti     

Maratonana fala sério, tenha vergonha na cara o time quê é ruim mesmo,umas ameba de dar nojo,CARILLE ficou burro depois que Véio do Oriente.

Na minha modesta opinião Boselli,por enquanto é opção pra jogo resolvido!

Lennon Lima     

Wagner Live, fala sério, pra quem teve férias agora vem vc dizer que são excesso de jogos, oh prá vc kkkkkkkkkkkkkk, enquanto o Carille fazer esse time jogar pra frente, pode colocar três atacantes que não resolve, lhe digoPOSSE DE BOLA NÃO GANHA JOGOS.

Carlos Augusto     

So conversa fiada.

O time que não chuta a gol , fica difícil ganhar jogos ??

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias