10/6/2024 08:48

Corinthians enfrenta turbulências com apenas cinco meses de gestão de Augusto

Corinthians enfrenta turbulências com apenas cinco meses de gestão de Augusto

A gestão Augusto Melo vive o momento de maior pressão nestes primeiros cinco meses de Corinthians. A atual diretoria enfrenta cenário de crise geral, com saídas de jogadores importantes sem grandes compensações, fim da parceria vendida como grande trunfo do início do ano, perda de poder político e campanha preocupante no Brasileirão. A semana se inicia com o Corinthians sem um patrocinador máster com a rescisão da VaideBet. O clube ainda está perto de perder o segundo goleiro titular em menos de um mês e tenta se reestruturar com desfalques na diretoria de futebol, jurídica, marketing e financeira. Todo este cenário se reflete dentro de campo, invariavelmente. A comissão técnica se encarrega de tentar blindar o elenco e recuperar o Corinthians dentro do Campeonato Brasileiro.

De festa a caso de polícia. Ainda nos dias finais de dezembro, em Peruíbe, litoral de São Paulo, Augusto Melo comunicava Rubens Gomes, o Rubão, sobre a conquista a ser anunciada nos primeiros dias de gestão: o Corinthians, naquele momento, fechava o maior patrocínio da história do futebol nacional. Até então sem figurar entre as principais casas de apostas do país, a VaideBet assinou contrato com o Corinthians em 4 de janeiro para pagar até R$ 370 milhões pelos próximos três anos e estampar a marca no uniforme alvinegro. Era uma vitória comemorada pela gestão.

Augusto Melo tem momento de maior pressão pela frente — Foto: Marcos Ribolli
Augusto Melo tem momento de maior pressão pela frente — Foto: Marcos Ribolli

No espaço de pouco mais de um mês, o Corinthians perdeu dois líderes fundamentais e deve se despedir nos próximos dias justamente de quem assumiu a faixa de capitão na partida do fim de semana passado contra o Botafogo. Cássio e Paulinho, enxergando “fim de ciclo”, deixaram o Timão em meio a um mês de maio vitorioso em campo. O ex-camisa 12, aos 37 anos, se transferiu para o Cruzeiro seis meses antes do fim do contrato, enquanto o volante, aos 35 de idade, ainda definirá o futuro. Ambos, contudo, se apresentavam como alternativa de elenco para António Oliveira.

Carlos Miguel deve deixar o clube nos próximos dias — Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Carlos Miguel deve deixar o clube nos próximos dias — Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Augusto Melo começou a gestão como o rosto do grupo responsável por tirar a Renovação & Transparência do poder do Corinthians após 16 anos. O frescor da nova direção, marcada por uma “frente ampla” nas eleições, renovava o dia a dia do Corinthians. Porém, esta caminhada coletiva durou pouco, menos de um ano.



VEJA TAMBÉM
- Provável escalação do Corinthians para clássico contra o São Paulo no Brasileirão
- Antônio Oliveira perde apoio no Corinthians e Carille ganha espaço na equipe.
- Corinthinas tem interesse em jogador da Udinese









195 visitas - Fonte: -

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

publicidade

Brasileiro

Dom - 16:00 - Neo Química Arena -
X
Corinthians
Sao Paulo

Brasileiro

Ter - 19:00 - Antônio Accioly
2 X 2
Atletico Goianiense
Corinthians
publicidade
publicidade
publicidade