4/8/2020 10:54

Corinthians não é exceção e esporte sem teste vai ser regra

"O nosso protocolo é extremamente contrário a realização de teste sem necessidade" disse, há duas semanas, o presidente de um dos principais times do país. "Em diversas conversas com o departamento médico, nós chegamos à conclusão de que os testes não garantem e não avalizam nada. A gente acredita que com teste ou sem teste, o que nós necessitamos é de uma segurança do atleta da não transmissão", ele continuou.



Por muito menos, mas não sem razão, o Corinthians tem sido criticado. O clube se recusou a testar seus atletas antes da final do Campeonato Paulista de Futebol contra o Palmeiras (depois, voltou atrás), o que levantou a discussão sobre a obrigatoriedade dos testes antes de cada partida, para segurança de todos os envolvidos.

Sou do grupo que concorda que deve haver essa obrigatoriedade, como sou do time que é contra a volta do esporte no meio da pandemia. Mas acho que não podemos ser demagogos. Devemos nos preocupar com a saúde dos jogadores do Corinthians, do Palmeiras, do Magnus Futsal, do Sesi/Franca Basquete, do Sada/Cruzeiro, etc. Porque, afinal, a regra daqui em diante, quando voltarem as competições esportivas, será testar muito pouco (ou nem testar).

A declaração que abre o texto é do presidente do Magnus, de Sorocaba, uma das potências do futsal brasileiro. "A gente acredita que com teste ou sem teste, o que nós necessitamos é de uma segurança do atleta da não transmissão. Se o atleta tiver qualquer mínimo de sintoma, ele automaticamente está afastado. A gente entende que o teste em si, até por uma causa social, não faz sentido para o atleta de alto rendimento. Primeiro porque ele não está na zona de risco. Segundo porque estão faltando testes para a maioria da população brasileira que está na zona de risco e não consegue realizar os testes. A gente vai tirar teste de quem precisa fazer teste? O nosso protocolo do Magnus é extremamente contrário a realização de teste sem necessidade", disse Fellipe Drommond ao site da Liga Futsal.

Podemos acatar ou não os argumentos dele. Só não podemos fingir que não é essa a realidade do esporte brasileiro. Ou alguém espera que, antes de cada um dos jogos do Campeonato Paranaense de Futsal, marcado para começar daqui a três semanas, haverá testagem? O Campeonato Paulista de Basquete deve começar em setembro e o protocolo apresentado até aqui não prevê testagens.

Corinthians e Palmeiras são exceções no esporte brasileiro por terem recursos financeiros para pagarem testes diários se necessário for, como faz a NBA, por exemplo. Até por isso deveriam testar todos os dias. Mas a regra é orçamento apertadíssimo, que depende do retorno às competições ao mesmo tempo em que não tem dinheiro para testagem constante. Se não voltar a jogar, quebra. Se precisar pagar muitos testes, quebra. Qual a solução? Sinceramente, não sei. Mas sei que esses jogadores de futsal, basquete, handebol, vôlei merecem tanta preocupação quanto os jogadores de futebol do Corinthians.



Corinthians, exceção, Teste, Covid-19, Timão





LEIA TAMBÉM:Cássio desabafa antes de vitória sobre o Bahia: Não devemos nada!

LEIA TAMBÉM:Andrés muda postura e faz quatro trocas de técnicos contra uma na 1ª gestão




378 visitas - Fonte: esporte.uol

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileirão

Qua - 21:30 - Ilha do Retiro - Recife - Globo
Sport
Corinthians

Último jogo - Brasileirão

Qua - 21:30 - Neo Química Arena
Corinthians
Bahia
Untitled Document
Classificação
1 Internacional
2 Atletico-MG
3 São Paulo
4 Vasco DA Gama
5 Flamengo
6 Palmeiras
7 Santos
8 Fluminense
9 Ceará
10 Fortaleza EC
11 Corinthians
12 Atletico Goianiense
13 Grêmio
14 Atletico Paranaense
15 Sport Recife
16 Bahia
17 Botafogo
18 Goiás
19 Coritiba
20 Bragantino
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
20 10 6 2 2 15 6 9 VEEVD
18 9 6 0 3 14 9 5 DVVDV
18 10 5 3 2 13 11 2 VDVEE
17 9 5 2 2 15 9 6 DEVDV
17 10 5 2 3 13 13 0 VVVVD
17 9 4 5 0 13 8 5 EEVVE
15 10 4 3 3 14 12 2 DEVVE
14 10 4 2 4 12 13 -1 VEDDV
13 10 4 1 5 10 12 -2 VVDDV
12 10 3 3 4 10 9 1 VDDVE
12 10 3 3 4 15 16 -1 VEDDV
12 9 3 3 3 9 11 -2 DEEVV
12 9 2 6 1 8 6 2 EDEVE
11 10 3 2 5 8 10 -2 DEDEV
11 10 3 2 5 10 13 -3 DVVDE
9 10 2 3 5 12 18 -6 DEDDD
9 9 1 6 2 9 11 -2 DEEED
8 8 2 2 4 11 13 -2 VDDEV
8 10 2 2 6 7 12 -5 VEDED
7 10 1 4 5 10 16 -6 DEDED
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota