8/8/2020 09:13

Se entrar em campo neste sábado (08), Cássio igualará Idário com 469 partidas pelo Timão

Gigante está em sua oitava temporada como titular e é o maior vencedor da história alvinegra

Um dos maiores ídolos da história do Corinthians está próximo de atingir uma marca tão gigante como o nome do qual é chamado pela Fiel Torcida. O goleiro Cássio poderá chegar a 469 partidas pelo clube neste sábado (08), caso entre em campo na partida contra o Palmeiras, fora de casa, às 16h30, válida pela final do Campeonato Paulista 2020.



Atingindo seu 469º jogo com a camisa alvinegra, Cássio igualará a marca de ninguém menos que o ídolo Idário, lateral-direito, 10º jogador que mais vestiu a camisa do clube e que atuou por dez anos no Corinthians, entre 1949 e 1959, e tido como “Deus da Raça”, com seis gols marcados. O camisa 12 e atual capitão corinthiano, por sua vez, está em sua oitava temporada no clube, atualmente com 33 anos.

Cássio chegou ao Corinthians ainda em 2011, mas sem poder ser inscrito no Brasileirão daquele ano, ficou apenas treinando até o início da temporada seguinte. Ingressou no elenco inicialmente como terceiro goleiro, sendo suplente de Júlio César (titular) e Danilo Fernandes (primeiro reserva).

Sua estreia no Corinthians foi em 28 de março de 2012, quando entrou como titular na partida entre Corinthians e XV de Piracicaba, pelo Paulistão daquele ano, e nela já deu o seu cartão de visitas: fez uma defesa incrível em cima da linha que manteve o placar de 1 a 0 para o Timão, que permaneceu até o fim do jogo.

O goleirão voltou ao banco de reservas e retornaria ao onze inicial um mês depois, entrando contra o Emelec, segurando um empate por 0 a 0 fora de casa. E depois dali, conquistaria o seu primeiro título com o Coringão – e que título: o da tão sonhada Copa Libertadores, destacando-se na campanha em momentos como o da vitória sobre o Vasco por 1 a 0, onde fez defesa incrível no chute de Diego Souza.

Ainda naquele ano, mais destaque para o Gigante Alvinegro. Credenciado para disputar o Mundial de Clubes da Fifa após a conquista da Libertadores, o camisa 12 foi o melhor atleta em campo na final contra o Chelsea, contribuiu com ao menos quatro grandes defesas para segurar a vitória por 1 a 0, e foi escolhido o melhor jogador do torneio que rendeu a segunda taça do Mundial de Clubes da Fifa para o Coringão.

Pelo Timão, ainda, Cássio ganhou a Recopa Sul-Americana em 2013, os Brasileiros de 2015 e 2017, e o Paulistão em 2013, 2017, 2018 e 2019.

Caso se iguale a Idário, ele será também o 10º jogador com mais partidas na história do clube, com 469. O atleta que entrou em campo mais vezes com o manto é Wladimir: o ex-lateral-esquerdo que marcou época na Democracia Corinthiana atuou no Timão entre 1972 e 1985 e depois em 1987, realizando 805 partidas. Dentre os goleiros, no entanto, o Gigante é o segundo da lista: fica atrás apenas de Ronaldo Giovanelli, que tem 602 jogos realizados entre 1988 e 1998.



Corinthians, Cássio, Jogos, Ídolo, Timão, SCCP





LEIA TAMBÉM:Cássio desabafa antes de vitória sobre o Bahia: Não devemos nada!

LEIA TAMBÉM:Andrés muda postura e faz quatro trocas de técnicos contra uma na 1ª gestão




780 visitas - Fonte: Site Oficial

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileirão

Qua - 21:30 - Ilha do Retiro - Recife - Globo
Sport
Corinthians

Último jogo - Brasileirão

Qua - 21:30 - Neo Química Arena
Corinthians
Bahia
Untitled Document
Classificação
1 Atletico Paranaense
2 Internacional
3 Atletico-MG
4 Grêmio
5 Atletico Goianiense
6 Vasco DA Gama
7 Bahia
8 São Paulo
9 Sport Recife
10 Bragantino
11 Botafogo
12 Palmeiras
13 Ceará
14 Fluminense
15 Santos
16 Corinthians
17 Goiás
18 Coritiba
19 Fortaleza EC
20 Flamengo
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
6 2 2 0 0 4 1 3 VV
6 2 2 0 0 3 0 3 VV
6 2 2 0 0 4 2 2 VV
4 2 1 1 0 2 1 1 VE
3 1 1 0 0 3 0 3 V
3 1 1 0 0 2 0 2 V
3 1 1 0 0 1 0 1 V
3 1 1 0 0 1 0 1 V
3 2 1 0 1 3 4 -1 VD
2 2 0 2 0 2 2 0 EE
1 1 0 1 0 1 1 0 E
1 1 0 1 0 1 1 0 E
1 2 0 1 1 3 4 -1 DE
1 2 0 1 1 1 2 -1 DE
1 2 0 1 1 1 3 -2 ED
0 1 0 0 1 2 3 -1 D
0 1 0 0 1 1 2 -1 D
0 2 0 0 2 0 2 -2 DD
0 2 0 0 2 0 3 -3 DD
0 2 0 0 2 0 4 -4 DD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota