30/6/2020 09:45

Cúpula do conselho corintiano vê desrespeito ao órgão em ação contra Andrés

A decisão do grupo oposicionista Frente Liberdade Corinthiana de pedir na Justiça o afastamento de Andrés Sanchez da presidência do Corinthians incomodou integrantes da mesa diretora do Conselho Deliberativo (CD) do clube. Conforme apurou o blog, integrantes da mesa diretora interpretaram a atitude como um desrespeito ao conselho.



O entendimento na cúpula do CD é de que toda tentativa de afastar um presidente da agremiação deve ser feita por meio dos órgãos internos. O estatuto alvinegro determina que eventual pedido de impeachment deve ser encaminhado pelo presidente do conselho à comissão de ética do órgão para análise, apresentação da defesa, emissão de parecer e posterior votação no colegiado. Caso o afastamento seja aprovado pelo CD, ele ainda precisa passar pelo crivo dos sócios.

A cúpula do conselho entende que, para demonstrar respeito, o grupo oposicionista deveria pelo menos ter procurado a mesa diretora do órgão para informar sua intenção.

Como não foi procurada antes de a Justiça ser acionada, a cúpula do órgão não irá chamar os opositores para conversar agora. A ideia é esperar a próxima reunião do conselho para manifestar internamente a insatisfação.

Ao blog, Antônio Goulart dos Reis, presidente do CD, disse que não concederia entrevista sobre o tema.

O sentimento da cúpula do conselho de que o órgão foi desrespeitado é compartilhado pela diretoria corintiana. Em nota divulgada no site oficial do clube, a diretoria disse que o estatuto foi atropelado com a ida dos opositores à Justiça.

Ao entrar com a ação, a Frente Liberdade Corinthiana escancarou a insatisfação com a condução de suas demandas nos órgãos da agremiação.

"Optamos pelo ajuizamento da ação por conta das evidentes violações aos mandamentos legais, estatutários, e pelo fato de o STJ já ter se manifestado em outras oportunidades sobre a competência do poder judiciário para enfrentar questões como essa. Em tempos passados, o Conselho Deliberativo foi instado a se manifestar no caso do (então presidente) Roberto de Andrade e acabou não acolhendo o pleito dos conselheiros. Então, optamos pelo poder judiciário", disse Cristiano Medina, advogado da Frente Liberdade Corinthiana ao blog nesta segunda (29).

Desrespeitar o estatuto é um dos motivos que permite o pedido de impeachment de acordo com as normas estatutárias. O grupo oposicionistas acusa Andrés, entre outras supostas infrações, de contrair empréstimos sem autorização do Cori (Conselho de Orientação).

Sanchez não fala com o blog, por isso não pôde ser ouvido. Porém, em outras ocasiões, o departamento financeiro negou falhas em suas operações.



Corinthians, Andrés Sanchez, Timão, conselho, Opinião, Desrespeito



LEIA TAMBÉM: Corinthians teve as contas bloqueadas em de R$ 500 mil em ação de Marcelo Mattos

LEIA TAMBÉM: Cúpula do conselho corintiano vê desrespeito ao órgão em ação contra Andrés

LEIA TAMBÉM: Discussão no telefone, briga aberta e até o Corinthians: como futuro de Tévez virou novela


624 visitas - Fonte: esporte.uol / Blog do

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians - Globo
Corinthians
Palmeiras

Último jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians
Corinthians
1 1
Ituano
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota