16/3/2014 08:55

Alessandro considera “normal” que o Corinthians sofra nas laterais.

Fagner e Uendel, que cedeu lugar a Fábio Santos, foram criticados pelos vacilos defensivos

Alessandro não perdeu o seu jeito ponderado de se posicionar, agora como coordenador técnico do Corinthians. Capitão do time campeão mundial em 2012, ele fala sobre os problemas defensivos que a equipe de Mano Menezes passou a apresentar após a sua aposentadoria com a mesma calma de quando ainda era lateral direito.

“Isso é normal, pelo momento que estamos vivendo”, considerou Alessandro, em defesa do seu sucessor Fagner e do lateral esquerdo Uendel. A dupla de laterais contratada para esta temporada ainda não conseguiu dar segurança defensiva ao Corinthians.

Segundo Mano e os seus jogadores contestados, o problema se deve principalmente à falta de entrosamento do sistema defensivo, que tinha o goleiro Cássio, o zagueiro Gil e o volante Ralf como remanescentes do ano passado. O lateral esquerdo Fábio Santos só se recuperou recentemente de uma cirurgia no abdômen e assumirá a vaga de Uendel diante do Penapolense, neste domingo, fora de casa.

“Entendo que existam críticas pelos números da defesa, que são ruins, mas isso já era algo esperado. É preciso ter entrosamento lá atrás. As mudanças acabam refletindo negativamente no dia a dia e nos jogos. Sei que é muito duro fazer o ajuste no meio do Campeonato Paulista”, advogou Alessandro.

O ex-jogador aproveitou o tema para criticar a falta de tempo que Mano Menezes teve para preparar o Corinthians de 2014.

“O ideal seria 20 dias de pré-temporada. Sem isso, é difícil fazer uma leitura de quanto tempo o time precisa para ficar entrosado.

Em plena competição, não dá para saber quando o melhor nível chegará. A fase é difícil, mas o ajuste virá”, confiou.

Alessandro atualmente só pode torcer para os laterais do Corinthians se ajustarem. Como coordenador técnico, ele está encarregado de fazer o elo entre as categorias de base do clube e o departamento de futebol profissional, sem poder para interferir nas adversidades de dentro do campo.

“Mas estou feliz na minha nova função, aprendendo muito com toda a diretoria e com a comissão técnica. É outro lado do futebol para mim, completamente diferente de jogar. Ainda preciso de tempo para conhecer tudo, até porque a base não é feita de só uma categoria. É um processo demorado e prazeroso”, definiu Alessandro.





LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Polêmico fora dos gramados, Otero seria um bom reforço para o Corinthians?

LEIA TAMBÉM: Corinthians fecha acordo com América-MG e pagará dívida com Richarlison em 12 parcelas; relembre o caso




3657 visitas - Fonte: gazetaesportiva.net

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Sáb - 19:00 - Arena do Grêmio - Premiere
Grêmio
Corinthians

Último jogo - Brasileiro

Qua - 19:15 - Mineirão
Atlético-MG
3 2
Corinthians
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota