2/6/2020 18:53

O movimento de união dos atletas tem êxito e projeto de lei foi mudado

O movimento de união dos atletas, e de pressão contra os artigos do Projeto de Lei que retiravam direitos acabou funcionando. Mobilizados, eles conseguiram manter direitos importantes para a imensa maioria da categoria. Os artigos 6 e 7 tratavam da cláusula compensatória - a multa que o clube paga ao atleta pela rescisão unilateral do contrato. O artigo 6 baixava a multa d pela rescisão para 50%. E o artigo 7 determinava que esse pagamento ainda poderia ser parcelado.



Os dois artigos foram retirados do PL, que deve ser analisado nesta quarta-feira pelo Congresso. Desde quando o PL 2125 foi apresentado pelo deputado Arthur Maia (DEM-BA), em abril, os atletas se uniram em um grande movimento. Vídeos, cartas e postagens nas redes sociais pediam um maior debate sobre o projeto, e que eles fossem ouvidos. O Projeto que tem como objetivo principal suspender a obrigação aos clubes dos pagamentos das parcelas do Profut por 180 dias, traz embutido outras questões importantes.

Neste domingo (01/06), o deputado Marcelo Aro (PP-MG) relator do Projeto de Lei, postou no Instagram sobre a ideia, escrevendo que em "2018 o futebol gerou 52,9 bilhões de reais" para a economia brasileira. Ele lembra que clubes estão sofrendo com a pandemia, e que "resgatar esses clubes é garantir empregos para milhares de famílias".

Imediatamente, os atletas invadiram a conta e protestaram. Foram mais de 300 mensagens, de atletas como Felipe Melo, Leo, Diego, Fernando Prass, Ricardo Oliveira, Marinho, Leandro Castán, Hudson, entres outros. Atletas de todas as divisões do futebol brasileiro.

A mensagem coletiva dizia: "Deputado Marcelo Aros, o que acha de apresentar um PL que realmente ataque os verdadeiros problemas do futebol brasileiro??? Que todos nós que estamos no futebol brasileiro sabemos quais são. Caso esteja disposto a realmente mudar os rumos do nosso futebol conte com a gente. #nao tem futebol sem jogadorestodoscontraPL2125".



Os atletas foram além, e não descartaram uma greve caso não fossem ouvidos. "Se não avançarmos, e não nos ouvirem, esse é um caminho", disse o presidente do Sindicato Municipal dos Atletas Profissionais de São Paulo, Washington Mascarenhas.

Corinthians, Timão, PL2125



LEIA TAMBÉM: Justiça analisa fraude e contratação de Matheus Davó pode ser anulada; entenda

LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Você é a favor ou contra o retorno do Campeonato Paulista no dia 22 de julho?

LEIA TAMBÉM: Após novo atraso salarial, Timão conta com entendimento do elenco


453 visitas - Fonte: UOL

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians - Globo
Corinthians
Palmeiras

Último jogo - Paulista

Dom - 16:00 - Arena Corinthians
Corinthians
1 1
Ituano
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota