10/10/2019 09:59

Corinthians e Athletico-PR tem equipes que divergem estilos de jogo

Tido como um técnico retranqueiro, Carille enfrenta Tiago Nunes, adepto ao futebol mais ofensivo. Jogo está previsto para as 19h15, pela 24ª rodada, em Itaquera

De um lado, a solidez defensiva. Do outro, a intensidade. Fábio Carille, do Corinthians, e Tiago Nunes, do Athletico-PR, têm ideologias diferentes à frente das equipes que se enfrentam nesta quinta-feira, às 19h15, em Itaquera, pelo Brasileirão, com transmissão exclusiva do GloboEsporte.com.


– O Corinthians é um time que pensa da defesa para o ataque: se organiza muito bem do meio para trás e, com isso feito, pensa em atacar. O Athletico é um time que pensa do ataque para defesa: tem uma estrutura de jogo agressiva para valorizar as peças ofensivas – disse Cristian Toledo, comentarista da RPC.

Veja abaixo o estilo de cada um deles e compare:
O estilo Carille
Em sua segunda passagem pelo Corinthians, iniciada em janeiro, Fábio Carille vive período de questionamento no clube. Mas apenas externo – por partes da imprensa e da torcida.

Bancado pelo presidente Andrés Sanchez após a eliminação na semifinal da Sul-Americana, Carille faz parte de um seleto grupo no Brasil que trabalha sem conviver com o fantasma das demissões.

Em 177 jogos, Carille viu o time marcar 220 gols (média de 1,24 por jogo) e sofrer 134 (média de 0,75). Neste ano, a média ofensiva caiu: são 65 gols em 59 jogos oficiais (média de 1,10). A defensiva se mantém ótima, com 49 sofridos (0,72 por jogo). A falta de gols marcados tem incomodado o torcedor.

Atual tricampeão paulista, Carille admite que vive um ano de dificuldades. Mesmo com muitas contratações, o técnico não conseguiu montar uma equipe que pratique o futebol dos sonhos, semelhante à que venceu o Brasileirão de 2017.

Na avaliação dele, falta ao time um meia como Rodriguinho, que entre na área e defina jogos. O time de dois anos atrás contava ainda com Jô em grande momento. Hoje, Love, Boselli e Gustagol oscilam.

Embora boa parte da torcida ainda se irrite, a maioria confia em Carille por sua capacidade de vencer jogos grandes, como clássicos, e de disputar títulos. São quatro em três anos como efetivo.

Com contrato até o fim de 2020, já planeja o que quer para o ano que vem, mantendo uma vaga na Libertadores como o objetivo final da atual temporada.

– O Corinthians é um time prudente e organizado. Carille sabe que uma defesa sólida é fundamental em um campeonato de longa duração e, por isso, joga um futebol que não agrada muita gente mas está no G-4 – opina Toledo.

O estilo Tiago Nunes

Desde que assumiu a equipe principal do Athletico, em junho do ano passado, após a demissão de Fernando Diniz, Tiago Nunes trocou a posse de bola incessante por um jogo mais vertical, compacto e com variações constantes. O atual campeão da Copa do Brasil tem o estilo apoiado na velocidade, com variação de lado nas jogadas ofensivas e que também incomoda nos contra-ataques.

Tiago Nunes começou a escrever a sua história no Furacão em abril de 2017. Ele é considerado, ao lado de Geninho, como um dos maiores técnicos da história do clube. Ele também é o "rei dos mata-matas" - com o treinador, o Furacão tem 13 vitórias e só três derrotas em 16 confrontos. O último foi contra o Internacional, que garantiu o título inédito ao clube.

Com contrato até dezembro, o treinador segue prestigiado pela torcida atleticana. Com a Libertadores 2020 garantida, a continuidade no Furacão depende da avaliação da diretoria – o clube passará por eleições presidenciais no final do ano.

– O Athletico é um time de ousadia. Que aposta no imprevisível (um lance de talento de Bruno Guimarães ou uma arrancada de Rony) e se constrói para permitir que as características dos jogadores sejam melhor aproveitadas – avalia o comentarista.

Na história dos clubes e entre os mais longevos no país

Carille vai entrar no top-7 de treinadores da história do Corinthians na partida contra o Furacão. Ele atinge a marca de 178 partidas à frente da equipe alvinegra, igualando-se a Armando Del Debbio. Dono de quatro títulos pelo Timão (Paulistão de 2017/18/19 e Brasileirão de 2017), o técnico de 45 anos teve uma breve passagem pela Arábia Saudita e retornou ao Timão. No Brasileirão de 2019, o clube paulista tem a melhor defesa, com 13 gols em 22 partidas.

Tiago Nunes vai comandar seu jogo de número 98 (somando time de aspirantes e principal) à frente do Athletico na partida contra o Corinthians. Desde que chegou ao clube, para comandar o time sub-19, não demorou a virar ídolo. Ele levou os aspirantes ao título do Paranaense em 2018 e, na sequência, comandou o time principal na conquista da Sul-Americana – levantou também a J. League/Conmebol no Japão e, por último, a Copa do Brasil de 2019.

Os comandantes de Corinthians e Athletico têm em comum a longevidade. De acordo com o levantamento do GloboEsporte.com, Tiago Nunes é 3º (com 350 dias) e Carille (com 306 dias) o 4º entre os técnicos que estão há mais tempo à frente de um clube do futebol brasileiro, considerando os times da Série A.

Jogo exclusivo
O jogo entre Corinthians e Athletico terá transmissão ao vivo e exclusiva do GloboEsporte.com. Para assistir, não precisa pagar – é de graça, basta estar logado no site (preencher um cadastro).

A narração será de Cleber Machado, com comentários de Pedrinho e Roger Flores, e reportagem de Edgar Alencar e Nadja Mauad. O GloboEsporte.com também transmitirá ao vivo as entrevistas pós-jogo dos treinadores e jogadores das duas equipes.

Onde e como assistir a Corinthians x Athletico-PR, ao vivo, pelo Campeonato Brasileiro

Corinthians x Athletico (24ª rodada do Campeonato Brasileiro)
Local: Itaquera, em São Paulo
Data e horário: quinta-feira, às 19h15 (horário de Brasília)
Provável Athletico: Léo; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Lucho González e Wellington; Léo Cittadini, Thonny Anderson e Rony; Marcelo Cirino
Provável Corinthians: Cássio, Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf; Vagner Love, Ramiro, Mateus Vital e Clayson; Boselli
Arbitragem: Andre Luiz de Freitas Castro apita o jogo, auxiliado por Leone Carvalho Rocha e Cristhian Passos Sorence. O árbitro de vídeo será Elmo Alves Resende Cunha - todos são de Goiás.



VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Network BG preparou para você acompanhar todos os jogos da temporada

LEIA TAMBÉM: DE SAÍDA? Empresário de Pedrinho confirma conversas com time da França

LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Para você, o que tem dado errado no planejamento do Corinthians para 2019?

LEIA TAMBÉM: Situação de Boselli divide opiniões nos bastidores do Timão; entenda

1056 visitas - Fonte: Globoesporte.com

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Sebastiao Godoi     

Ramiro tem sumir do Corinthians vende está merda po porque não põe para jogar mateus Jesus carille tem rabo preso com este Ramiro

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Qua - 21:30 - Serra Dourada (GO) - Globo,Premiere
Goiás
Corinthians

Último jogo - Brasileirão

Dom - 18:00 - Morumbi
São Paulo
1 0
Corinthians
Untitled Document
Classificação
1 Flamengo
2 Palmeiras
3 Santos
4 Corinthians
5 São Paulo
6 Grêmio
7 Internacional
8 Bahia
9 Goiás
10 Atletico Paranaense
11 Atletico-MG
12 Vasco DA Gama
13 Botafogo
14 Fluminense
15 Fortaleza EC
16 Ceará
17 CSA
18 Cruzeiro
19 Avai
20 Chapecoense-sc
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
58 25 18 4 3 53 21 32 VEVVV
50 25 14 8 3 40 20 20 VEEDV
48 25 14 6 5 36 23 13 EVVVE
43 25 11 10 4 27 16 11 VVEED
43 25 11 10 4 26 16 10 DEVEV
41 25 11 8 6 43 27 16 VDEVV
39 25 11 6 8 29 23 6 DEEDE
38 25 10 8 7 28 22 6 VVDED
36 25 11 3 11 25 35 -10 VVVDV
35 25 10 5 10 35 27 8 VEVED
31 25 9 4 12 30 35 -5 VDEDD
31 25 8 7 10 22 30 -8 DVDEV
30 25 9 3 13 22 27 -5 DDDVD
29 25 8 5 12 27 34 -7 EVVEV
28 25 8 4 13 27 34 -7 DVDVD
26 25 7 5 13 24 26 -2 EDDDV
25 25 6 7 12 15 35 -20 DDVVD
22 25 4 10 11 19 33 -14 EDEEE
17 25 3 8 14 13 37 -24 DDDED
16 25 3 7 15 19 39 -20 EDDDE
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota