8/6/2024 12:46

INDENIZAÇÃO? Contrato entre Corinthians e VaideBet estabelece multa por descumprimento.

INDENIZAÇÃO? Contrato entre Corinthians e VaideBet estabelece multa por descumprimento.

A VaideBet rescindiu o contrato de patrocínio máster com o Corinthians na sexta-feira. O acordo, que era válido até o fim de 2026 e tinha valor total de R$ 370 milhões, foi rompido pela empresa pautado no descumprimento de algumas cláusulas. Antes de entender os motivos que levaram a VaideBet a rescindir o contrato com o Corinthians , é importante ressaltar que o acordo entre ambos previa o pagamento de uma multa de 10% do valor total restante do contrato. Neste momento, essa quantia seria de pouco mais de R$ 30 milhões, já que até aqui foram pagos R$ 66 milhões ao Timão (ou seja, faltariam R$ 304 milhões).

A companhia disse que "a vinculação do nome da VaideBet com o presente escândalo envolvendo a diretoria do Corinthians e a intermediadora tornam a presente relação contratual excessivamente onerosa para o patrocinador, na medida que vincula a marca a uma situação negativa, causando desprestigio, potencial prejuízo e risco de baixo retorno do investimento realizado na entidade desportiva”.

Camisa do Corinthians no vestiário da equipe — Foto: Rodrigo Coca / Ag.Corinthians
Crédito: Rodrigo Coca / Ag.Corinthians

Segundo apurou a reportagem do ge , a VaideBet não tem intenção de cobrar qualquer multa do Corinthians pela rescisão contratual. Apesar de ter esse direito, segundo a avaliação do departamento jurídico da empresa, não faz parte dos planos da casa de apostas reivindicar esse valor.

André Murilo, CFO da VaideBet, na apresentação do patrocínio do Corinthians — Foto: Jozzu/Agência Corinthians
Crédito: Jozzu/Agência Corinthians

A patrocinadora máster notificou o clube extrajudicialmente pedindo esclarecimento em torno das notícias envolvendo o possível pagamento de comissão para um intermediário no contrato firmado em R$ 370 milhões e que era válido até o fim de 2026. Além da notificação da VaideBet, Augusto Melo recebeu um pedido da Polícia Civil, que também cobra respostas sobre a possível participação de um laranja no contrato com a casa de aposta.

Augusto Melo e Sérgio Moura em apresentação da VaideBet no Corinthians — Foto: Jozzu/Agência Corinthians
Crédito: Jozzu/Agência Corinthians

O clube respondeu aos questionamentos, alegando estar contribuindo com as investigações. O Corinthians notificou extrajudicialmente a empresa intermediária, que tem como sócio Alex Cassundé, prestador de serviços durante a campanha de Augusto Melo à presidência. O clube aguarda explicações sobre o suposto “laranja”. Na sexta-feira, a VaideBet optou por rescindir o contrato usando como argumento a cláusula anticorrupção. Assinado no começo do ano, o vínculo entre Corinthians e VaideBet tinha validade até o fim de 2026 e previa o pagamento de R$ 370 milhões – o clube recebeu cerca de R$ 66 milhões desde janeiro. Em nota, o clube alfinetou a empresa pelo rompimento.



VEJA TAMBÉM
- Provável escalação do Corinthians para clássico contra o São Paulo no Brasileirão
- Antônio Oliveira perde apoio no Corinthians e Carille ganha espaço na equipe.
- Corinthinas tem interesse em jogador da Udinese









3834 visitas - Fonte: -

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

publicidade

Brasileiro

Dom - 16:00 - Neo Química Arena -
X
Corinthians
Sao Paulo

Brasileiro

Ter - 19:00 - Antônio Accioly
2 X 2
Atletico Goianiense
Corinthians
publicidade
publicidade
publicidade