2/8/2021 08:35

Analise: Corinthians comemora evitar vexame histórico contra o Flamengo

Timão é dominado pelo Flamengo, leva baile no primeiro tempo e soma mais um tropeço

O trabalho de Sylvinho no Corinthians não tem evoluído. Após 16 jogos, sendo dois de Copa do Brasil e 14 de Campeonato Brasileiro, o time que tinha se fortalecido defensivamente nos primeiros jogos passou a sofrer gols em sequência, sem nunca ter sido capaz de fazê-los em número suficiente.

O Corinthians não fez nenhum jogo consistente com o treinador. Não há um para chamar de seu.



Mesmo nas vitórias contra América-MG, Sport, Chape e Cuiabá, o time mostrou muito pouco. Ataca sempre da mesma forma, é previsível, raramente acha opções no banco de reservas. Há "poréns" e "todavias", mas o Corinthians não pode normalizar uma campanha tão fraca no Brasileirão.

A derrota por 3 a 1 para o Flamengo não surpreendeu a ninguém. Como na goleada por 5 a 1 do ano passado, o resultado mostrou mais uma vez o abismo entre os dois clubes. Enquanto o Timão patinava no segundo tempo e perdia por 3 a 0, o Fla colocou Michael, Pedro e Vitinho em campo. A surpresa foi o placar econômico. O Timão escapou de um vexame histórico.

O desafio para Sylvinho nunca foi simples, todos sabíamos. Com muitas saídas no elenco, a diretoria foi abrindo vaga na folha salarial para a chegada de reforços, o que fez bem com Renato Augusto e Giuliano. Ainda tenta o atacante Roger Guedes, que negocia sua saída do Shandong Taishan, da China.


O técnico terá outro time com a incorporação dos reforços e precisará dar uma resposta imediata quando eles estiverem à disposição, recuperando a confiança da equipe e a esperança do torcedor.

Até aqui, o que se vê como resultado no trabalho de Sylvinho é um time com enormes dificuldades para criação, com futebol feio e incapaz de vencer qualquer equipe de boa organização e técnica. No Brasileirão, o aproveitamento é de 40%. A distância para o Z-4, ao menos, ainda é segura (5 pontos).



A derrota em Itaquera
Em seu pior ano em casa, o Corinthians perdeu pela oitava vez na temporada dentro de Itaquera. Cinco das derrotas foram com Sylvinho (Atlético-GO duas vezes, Bragantino, Atlético-MG e Flamengo). No Brasileirão, são cinco pontos somados em 21 disputados. Um aproveitamento vexatório.

Mas é bem verdade que, desta vez, nem o mais otimista torcedor realmente acreditava que o Corinthians pudesse fazer frente ao Flamengo neste momento. Armado mais uma vez no 4-5-1, o Timão foi a campo para se defender e contra-atacar. Na prática, não fez nenhum dos dois.

O Flamengo teve a bola desde o primeiro minuto, botou pressão na saída corintiana e conseguiu um gol após um erro forçado de Cantillo. Arão roubou a bola, e Éverton Ribeiro marcou.


Acuado e assustado, o Corinthians viu o Flamengo enfileirar chances, com uma bola no travessão de Bruno Henrique e, mais perto do fim do primeiro tempo, os gols de Gustavo Henrique e do mesmo Bruno Henrique. Um 3 a 0 incontestável. Um Corinthians apático.

Durante os 45 minutos, o meio-campo armado por Sylvinho errou quase tudo. Cantillo, Gabriel e Roni sofriam com os ataques flamenguistas e contribuíam muito pouco para a transição ofensiva.

Sylvinho inverteu Adson e Mosquito, e o time conseguiu escapadas pelo lado esquerdo. A defesa rubro-negra, porém, quase não trabalhou. Foram 11 finalizações do visitante, contra uma do Timão. Na segunda etapa, esse placar terminaria em 17 a 7.

A comissão técnica voltou do intervalo com Vitinho e Xavier nas vagas de Gabriel e Roni. O Flamengo iniciou a segunda etapa com o mesmo domínio e chegou a fazer o quarto de novo com BH, mas o lance foi anulado por um toque involuntário em seu braço.



Embora se mantivesse dominante no território rival e com posse de bola sempre acima de 65%, o Flamengo aos poucos foi diminuindo o ritmo, mesmo que raramente ameaçado.

Araos entrou na vaga de Cantillo e deu boa dinâmica nos contra-ataques, acertou os 16 passes que tentou e mostrou que pode ser útil na função. Marquinhos e Mateus Vital também entraram no fim, quando Vitinho fez o gol de honra alvinegro. Um segundo tempo digno, de luta e persistência.


Pela quarta semana consecutiva, Sylvinho terá uma semana inteira de trabalho para preparar o time para o difícil clássico contra o Santos, domingo, na Vila Belmiro, sempre uma pedra no sapato corintiano.

A grande esperança da Fiel é que ao menos Giuliano, que já vem treinando com o grupo, esteja disponível. Mas para além disso, Sylvinho precisa achar repertório. Se repetir ideias não tem dado certo, talvez seja a hora de buscar alternativas. O meio-campo precisa de atenção especial.



Corinthians, Brasileiro, Analise



LEIA TAMBÉM: Corinthians busca quebrar jejum contra o Palmeiras, veja os números do Dérbi

LEIA TAMBÉM: Nova terceira camisa do Corinthians já tem data de lançamento, veja







552 visitas - Fonte: globoesporte.com

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Marcos Silva     

Comemorar ??? Pensamento de time pequeno. CORINTHIANS É GRANDE ! SE LIGA DIRETORIA. FORA SYLVINHO

Kleber Vellenev     

Comemora derrota, essa é boa, nunca tinha ouvido isso antes, kkkkkk

Ivo Pereira     

Se essa derrota não é vexame! É uma vergonha o que fizeram com o Corinthians, diretoria e conselheiros bando de incompetente.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

Próximo Jogo - Brasileiro

Sáb - 19:00 - Estadio Nabi Abi Chedid - Premiere
Red bull Bragantino
Corinthians

Último jogo - Brasileiro

Sáb - 19:00 - Neo Química Arena
Corinthians
2 1
Palmeiras
Untitled Document
Classificação
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota
Untitled Document
Classificação
1 Corinthians
2 Inter De Limeira
3 Santo André
4 Botafogo Sp
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
25 12 7 4 1 17 9 8 EVVEV
18 12 6 0 6 8 12 -4 VVVDV
13 12 3 4 5 9 13 -4 DEDVV
12 12 2 6 4 10 15 -5 DEVEE
Untitled Document
Classificação
1 River Plate
1 Atletico-MG
1 Palmeiras
1 Internacional
1 São Paulo
1 Barcelona SC
1 Argentinos JRS
1 Flamengo
2 Defensa Y Justicia
2 Fluminense
2 LDU De Quito
2 Boca Juniors
2 Always Ready
2 Racing Club
2 Cerro Porteno
2 Atletico Nacional
3 Rentistas
3 Independiente Del Valle
3 Olimpia
3 Real Esppor Club
3 Velez Sarsfield
3 Santos
3 Club Nacional
3 Santa Fe
4 Union La Calera
4 Sporting Cristal
4 Universitario
4 The Strongest
4 America De Cali
4 Deportivo Tachira FC
4 U. Catolica
4 Junior
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
4 2 1 1 0 3 2 1 EV
7 3 2 1 0 7 2 5 EVV
9 3 3 0 0 10 3 7 VVV
3 2 1 0 1 4 2 2 DV
6 2 2 0 0 5 0 5 VV
9 3 3 0 0 7 0 7 VVV
6 2 2 0 0 4 0 4 VV
9 3 3 0 0 10 5 5 VVV
4 3 1 1 1 5 3 2 EVD
4 2 1 1 0 3 2 1 EV
4 3 1 1 1 7 6 1 EVD
6 3 2 0 1 3 1 2 VVD
3 2 1 0 1 3 2 1 VD
4 2 1 1 0 3 2 1 EV
4 3 1 1 1 2 4 -2 VED
4 2 1 1 0 6 4 2 VE
1 2 0 1 1 1 3 -2 ED
1 2 0 1 1 1 6 -5 ED
3 2 1 0 1 4 4 0 DV
2 2 0 2 0 1 1 0 EE
3 3 1 0 2 5 6 -1 DDV
3 3 1 0 2 5 4 1 DDV
1 2 0 1 1 4 6 -2 DE
1 2 0 1 1 2 3 -1 ED
1 3 0 1 2 3 8 -5 EDD
0 2 0 0 2 1 5 -4 DD
0 2 0 0 2 2 6 -4 DD
0 3 0 0 3 0 10 -10 DDD
0 2 0 0 2 1 4 -3 DD
3 2 1 0 1 3 6 -3 VD
0 2 0 0 2 0 4 -4 DD
1 2 0 1 1 2 3 -1 ED