10/6/2024 17:29

Impeachment, Carlos Miguel e finanças: as declarações controversas de Augusto Melo no Corinthians

Impeachment, Carlos Miguel e finanças: as declarações controversas de Augusto Melo no Corinthians

A coletiva de imprensa de Augusto Melo , presidente do Corinthians , sobre a atual situação do clube foi tensa e recheada de respostas polêmicas e falas ríspidas do cartola. Na manhã desta segunda-feira, dia 10 de junho, no CT Joaquim Grava , em São Paulo , Melo falou sobre a saída tumultuada da Vai de Bet , ex-patrocinadora master da equipe, sobre a situação do goleiro Carlos Miguel , sobre as finanças do clube e até mesmo sobre um possível processo de Impeachment contra sua figura. Ao todo, o presidente falou por mais de uma hora e meia e não poupou palavras.

O Estadão separou as respostas mais polêmicas de Augusto Melo. Confira: O fim da parceria com a Vai de Bet e os 'traidores'. Ao ser questionado sobre o fim do maior patrocínio da história do futebol brasileiro, Melo se esquivou de qualquer culpa e afirmou que "traidores" eram responsáveis pelo fim do vínculo com o patrocinador máster do clube. "Foram as pessoas que não aceitam que perderam a eleição. Será que são corintianos de verdade? Será que querem o bem do Corinthians? Infelizmente, as pessoas não querem me ver no Corinthians. Estão tentando nos sufocar politicamente para termos esses problemas financeiros porque estamos resgatando o clube", afirmou.

Ao ser questionado sobre quem seriam esses traidores, o presidente desconversou e disse que "no final do inquérito vocês vão saber quem são os traidores". A Vai de Bet finalizou o contrato na sexta-feira de forma abrupta e unilateral após uma série de suspeitas de corrupção no repasse de parte do valor acordado. A suspeita de uma "laranja" na intermediação do acordo virou alvo de investigação por parte do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPCC).

As suspeitas sobre a Ezze Em um dos momentos mais tensos da coletiva, Melo bateu boca com um jornalista da TV Gazeta. O repórter Tiago Salazar havia questionado o presidente sobre alguns contratos de patrocínio firmados pelo Corinthians, o que desagradou o cartola. Irritado, Melo questionou o profissional. "Quero fazer uma pergunta para ele também. Ultimamente ele vem só investigando, se tornou um jornalista investigativo. Coisa que ele não fez na gestão passada", afirmou. "Na gestão passada você investigou também? Então procure saber se a empresa que trouxe nossa patrocinadora de costas tem o CNAE", disse Melo se referindo a Ezze Seguros, empresa que patrocina o Corinthians desde o começo do ano. O CNAE, ou Classificação Nacional das Atividades Econômicas, é um certificado emitido pelo governo que identifica quais atividades econômicas são exercidas por uma empresa. Salazar ainda respondeu o questionamento de Melo e disse que já havia checado e que estava tudo certo com o patrocínio que havia sido acordado na gestão de Duílio Monteiro Alves, antecessor de Melo e rival político do atual presidente.



VEJA TAMBÉM
- Provável escalação do Corinthians para clássico contra o São Paulo no Brasileirão
- Antônio Oliveira perde apoio no Corinthians e Carille ganha espaço na equipe.
- Corinthinas tem interesse em jogador da Udinese









216 visitas - Fonte: -

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias

publicidade

Brasileiro

Dom - 16:00 - Neo Química Arena -
X
Corinthians
Sao Paulo

Brasileiro

Ter - 19:00 - Antônio Accioly
2 X 2
Atletico Goianiense
Corinthians
publicidade
publicidade
publicidade