3/4/2014 16:28

‘O MP não quer aparecer nas páginas de jornais por causa da morte de pessoas’, diz promotor sobre arena

Promotor diz que Ministério Público não cederá às pressões pelo atraso nas obras dos estádios da Copa, e afirma que arena pode ser fechada até durante o Mundial

Arquibancada provisória no lado sul da Arena Corinthians (crédito: divulgação/Fast Engenharia)

O promotor José Carlos Freitas, de Justiça de Habitação e Urbanismo de São Paulo, afirma que o Ministério Público não faz vistas grossas às irregularidades da Arena Corinthians e não vai se curvar, caso sofra pressões para não atrasar ainda mais as obras do estádio, que será sede da abertura da Copa, no dia 12 de junho.

– Essa pressão não chegou ao Ministério Público. E se chegar o Ministério Público não vai se curvar – afirmou o promotor, em entrevista ao L!Net.

É baseado no relatório do Corpo de Bombeiros, com 26 irregularidades, que ele convocou reunião para a próxima semana com o Corinthians e com a Odebrecht, construtora responsável pelas obras do estádio.

O promotor disse ainda que a arena pode ser interditada até durante a Copa.

L!Net – Como viu as declarações do superintendente Luiz Antonio de Medeiros sobre o Ministério do Trabalho e Emprego fazer vistas grossas para as irregularidades na arena de Itaquera?

Não é o Ministério Público que vai dizer se a obra está regular ou irregular. A princípio confiamos na informação dos órgãos responsáveis, no caso o Corpo de Bombeiros. Se falar que está O.K., vamos confiar. Agora, não basta vir a público falar sem ter a base técnica, falar só por falar. Só trabalhamos com dados técnicos. Simplesmente falar a informação assim, me parece que é querer espaço na mídia. É querer aparecer. O momento é de ajudar. Não de sair falando.

L!Net – Ele diz que tem respaldo do ministro do Trabalho. Há pressão para que os estádios fiquem prontos a qualquer custo?
Essa pressão não chegou ao Ministério Público. E se chegar o Ministério Público não vai se curvar.

L!Net – Foram 26 irregularidades apontadas pelo Corpo de Bombeiros. Entre elas, questões como projeto de proteção contra incêndio e estudo de fluxo de pessoas. O próprio superintendente do MTE apontou outras questões como a ausência de uma rede de proteção (o guarda-corpos). Quem pode ser responsabilizado pela morte de mais um operário?

Vai acontecer uma reunião segunda-feira, às 14h. Já foi alinhada com o Corpo de Bombeiros. O convite foi feito para o advogado do Corinthians por telefone e por e-mail. Até agora nenhuma resposta chegou no meu e-mail. Mas a intenção é sentar e conversar sobre o que falta.

L!Net – Pode mesmo haver paralisação das obras, mesmo sendo em um estádio da Copa do Mundo?

Se o estádio não fornecer 100% segurança, eu não vejo problema em pedir a interdição mesmo com a Copa do Mundo rolando. O MP não quer aparecer nas páginas de jornais por causa da morte de pessoas.



VEJA: Clique aqui e veja a baita viagem que a Mandala Turismo preparou para você aproveitar Capitólio-MG


LEIA TAMBÉM: Carille cita viradas marcantes e diz que Timão precisa usar da "malandragem" no Equador

LEIA TAMBÉM: Confira 5 aprendizados da vitória do Timão sobre o Bahia pelo Brasileiro

LEIA TAMBÉM: [COMENTE] Está na hora de Fábio Carille largar a filosofia da retranca?

3018 visitas - Fonte: LanceNET!

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias