12/8/2019 10:40

Dez anos depois, decepção do Corinthians encara "seca" e Série B argentina

Blog: Rafael Reis

Em agosto de 2009, o Corinthians fez festa para anunciar a chegada de Matías Defederico. Contratado por US$ 4,5 milhões (R$ 17,7 milhões), o garoto havia feito sucesso no Huracán e era visto como futuro companheiro de Lionel Messi na seleção argentina.


Uma década depois, o meia-atacante está novamente de casa nova. Mas a camisa que ele irá vestir nesta temporada não é a do Barcelona, do Manchester City e nem de uma equipe de menor importância do cenário europeu.

Com uma carreira marcada por decepções e bastante distante de ter cumprido aquilo que se esperava dele, Defederico irá disputar a partir deste fim de semana a segunda divisão do Campeonato Argentino.

E nem é por uma equipe tradicional do país que, por alguma falha de planejamento ou sequência infeliz de resultados, foi parar na Primera B Nacional.

O time de Defederico é o Club Agropecuario Argentino, uma das equipes mais jovens do país, que foi fundada há apenas sete anos, pertence a uma família de bilionários produtores de grãos e disputa a segundona apenas pela terceira vez.

Foi só essa equipe pouco tradicional e praticamente sem torcedores que aceitou dar abrigo ao meia-atacante depois de uma sequência enorme de fracassos.

Desde 2013, ele passou por dois times diferentes da Argentina (Huracán e Nueva Chicago), além de Emirados Árabes, Turquia, Chile, Índia, Equador, Arábia Saudita e Grécia. Em nenhum desses lugares, pode dizer que deu certo.

Seu último clube foi o Apollon Smyrnis, lanterna do Campeonato Grego na temporada passada. Entre setembro de 2018 e o último mês de junho, o argentino disputou 17 partidas pela equipe e não fez nenhum golzinho.

Balançar as redes, aliás, tem sido um problema dos grandes para o ex-jogador do Corinthians. A última vez que ele pode comemorar um gol foi no dia 9 de julho de 2017, quando ainda defendia a Universidad Católica equatoriana.

Nesse dois anos de seca, Defederico só não "desapareceu" completamente na Argentina devido ao relacionamento midiático que mantinha com sua antiga mulher, a modelo, atriz e dançarina Cinthia Fernández.

O casamento de sete anos chegou no começo de 2018 e movimentou por meses a indústria de fofocas do país. Foram acusações e mais acusações das duas partes, escândalos dos mais variados, vazamento de sextape e denúncias de casos extraconjugais… tudo exposto ao público.

Defederico foi jogador do Corinthians entre 2009 e 2013, mas disputou menos de 40 jogos pelo clube paulista. Ele também participou de dois amistosos pela seleção argentina, um em 2009, contra o Panamá, e outro em 2011, ante a Venezuela.



VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Farelos Jurídicos preparou para você


LEIA TAMBÉM: Comunicado Oficial - Arena Corinthians (16/8/2019)

LEIA TAMBÉM: Por marcas na Arena Corinthians e redenção, Jadson revê adversário especial

LEIA TAMBÉM: Corinthians recusa proposta proposta árabe para vender Danilo Avelar

47448 visitas - Fonte: -

Mais notícias do Corinthians

Notícias de contratações do Timão
Notícias mais lidas

Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui ou Conecte com Facebook.

Últimas notícias